mnagano.com

bits, bytes e bravata!

Celeron Dual Core a caminho?

Na semana passada topei com uma nota na Web que comentava uma notícia publicada no site The Inquirer, que dizia ter ouvido rumores de que a Intel estaria desenvolvendo um novo chip dual core para bater de frente com os Athlon 64 x2 de menor custo.

A descrição era meio confusa. Mas pelo que pude entender tratam-se de dois processadores: o Pentium Duet e o Celeron Duet, ambos chips de 65 nanômetros com clock de 2,8 GHz com opções de cache de 2 a 4 MB e barramento frontal (FSB) de 800 para o Celeron e 1.066 MHz para o Pentium.

A parte estranha dessa história é que o Inquirer retirou a notícia do ar. Algo pouco usual, principalmente para esse site.

Apesar de ser um rumor aparentemente sem fundamento, a idéia de que a Intel teria uma versão dual core do Celeron a caminho reavivou velhas lembranças, principalmente porque essa possibilidade já me foi negada (pelo menos duas vezes pessoalmente, cara a cara) por altos executivos da empresa tanto no Brasil quanto nos EUA.

Aliás, eles também negam que o Celeron D possa ter tecnologia HT (Hyper-Threading) algum dia.

Mas uma coisa que aprendi nesses anos cobrindo esse mercado, é que a realidade dos fatos pode mudar com o tempo, de modo que as impossibilidades do passado podem não ser tão inviáveis no presente ou num futuro próximo.

Com a constante renovação das linhas de chips da Intel, a tendência natural é que seus processadores mais antigos caiam de preço e desçam alguns patamares na cadeia alimentar da empresa. Um bom exemplo são os Pentium 4 de entrada (com e sem HT) cujos preços chegam a encostar nos Celeron D topo de linha.

Isso abriu um novo mercado para a Intel faturar em cima de anos de campanha de Intel Inside permitindo que até os consumidores mais humildes possam levar um Pentium pra casa.

Seguindo esse raciocínio, o Celeron Duet poderia até ser um Pentium D (Pentium 4 dual core) simplificado e o Pentium Duet um Conroe básico de clock baixo, já que o Penryn de 45 nm deve começar substituir o mesmo como chip topo de linha durante este ano e o início do próximo.

É a boa e velha lei de Moore em ação.

Complemento de última hora:

Interessado em saber se essa história do Duet tinha algum fundamento, contatei um dos jornalistas mais entendidos nesse assunto, meu amigo Andreas Stiller da revista C’t alemã. Ele disse não ter informações sobre a existência do Duet, nem soube dizer por que o Inquirer tirou a nota do ar. De qualquer modo, se esse chip existir, ele também especula que poderia ser um Conroe de 2,8 GHz.

Além disso, ele me passou a integra do texto original postado no Inquirer. Leiam e tirem suas conclusões.

Rumour mill hints at Intel AMD killer

Price whores and Sempr0ns

By Adamson Rust: Tuesday 17 April 2007, 08:08

WE CAN’T YET substantiate this but that’s not going to stop us writing it, OK?

The word on the strasse is that Intel is contemplating a strange hybrid called the Pentium Celeron Duet, a 65 nanometre component that is aimed right at AMD X2s and the recent price drops.

If true, and it is an if, here, the part will be a 2.8GHz thing with 2MB/4MB flavours using 800/1066MHz buses. No pricing, because it’s just a rumour at this stage, OK?

* ANYONE GOT an email addie for Eva Glass? She seems to have dropped out of the loop and I have a Rattner engagement ring I would have given her if she hadn’t dumped me.

Nota de rodapé: Eva Glass é um personagem misterioso que contribui para o Inquirer normalmente com notas mais irreverentes. (Justin) Rattner é o atual CTO da Intel.

Anúncios

2 maio, 2007 - Posted by | Intel, Opinião, Tecnologia

3 Comentários »

  1. olá!!!
    tenho uma duvida, que talves voce possa me ajudar1
    é o seguinte:
    o processador celeron d 420 segundo pesquisas tem a tecnologia Dual Core no entanto pelo que entendi ele não funciona com 2 nucleos como no caso do dual core então nesse caso se o celeron d420 tem tecnoligia dual core o que a faz semanalhante a um Dual Core??

    Comentário por milane | 4 fevereiro, 2008 | Responder

  2. Oi Milane,

    Antes de mais nada, precisamos nos lembrar que, para Intel o nome “Core” descreve sua atual microarquitetura de processadores que sucedeu o Pentium 4 e “dual-core” é um termo genérico (em inglês) para “dois núcleos”.

    Assim não é muito certo dizer que o D420 tem tecnologia dual-core e sim que ele é baseado na tecnologia “Core” ou do processador “Intel Core Duo”.

    Segundo conversas que já tive com o pessoal da Intel, o Celeron D420 é um projeto específico baseado na tecnologia “Core” com menos cache L2 e apenas um núcleo de processamento, como os Core Solo para notebooks.

    Comentário por mnagano | 5 fevereiro, 2008 | Responder

  3. Oi,
    Possuo uma duvida a qual acredito que voce possa me ajudar.

    Tenho um Celeron D 352 Codename Presler de 3.20 Ghz..Esses dias estava usando um software de detecção de hardware e vi que meu processador é “dual-core”, mas o sistema fala que está ativado somente um..e também ele fala que há compatibilidade com HT (Hyperthreading) mas nao vi essa opçao na BIOS para ser ativada. É realmente verdade que este processador possui essas caracteristicas ou eu fui enganado?

    Comentário por Charlles Palmera | 9 julho, 2008 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: