mnagano.com

bits, bytes e bravata!

Review: Stylus C110 — a impressora “dual-core” da Epson

epson_c100_divulgacao.jpg

Não é só a indústria de chips que descobriu como conseguir mais desempenho usando dois ou mais núcleos de processamento. De um certo modo, a Epson explorou essa idéia na sua nova impressora Stylus C110, que a fabricante afirma ser a mais veloz do planeta, algo como 37 ppm (páginas por minuto) em preto e 20 ppm em cores.

epson_c100_cartuchos.jpgPara realizar essa façanha, ao invés de trabalhar com apenas um cartucho de tinta preta no seu mecanismo de impressão, a C110 utiliza duas ao mesmo tempo, que alimentam uma cabeça de impressão com nada mais, nada menos que 360 ejetores de tinta, cobrindo assim uma maior área do documento por movimento da cabeça de impressão, resultando em ganho de desempenho e até maiores intervalos na reposição de tinta.

Curiosamente, esse sistema só foi implementado no canal de tinta preta, sendo que as outras cores (magenta, ciano e amarelo) ainda trabalham com um único cartucho e 59 ejetores de tinta para cada um. Dai, podemos supor que o ponto forte da Stylus C110 está realmente na impressão de documentos monocromáticos.

Medindo 43,5 x 16,1 x 24, cm (L x A x P) e 3,9 kg de peso, a C110 é apresentada na cor cinza escuro (quase preto) com detalhes em preto brilhante e cinza claro, bem ao gosto do mercado. Apesar disso seu desenho básico e não foge dos projetos tradicionais das Epson com seu sistema de alimentação por trás para 120 folhas e saída pela frente.

Sua instalação e uso também não tem segredos: basta ligar a impressora da tomada, instalar os cartuchos novos e os drivers de impressão no computador com Windows (98SE, Me, 2000, XP e Vista) ou Mac OS X, ligar o cabo USB (incluso na caixa!) e, caso tudo estiver de acordo com o esperado, a impressora será reconhecida pelo sistema e estará pronta para trabalhar.

epson_c100_painel.jpgSeu painel de controle se resume ao essencial, ou seja, ligar/delisgar o equipamento, acessar os cartuchos e a combinação de interromper a impressão/ejetar documento.

Quando fora de uso, tanto a bandeja superior quanto inferior funcionam como portas que fecham tanto a entrada quanto a saída da impressora, facilitando assim o seu armazenamento, transporte e até mesmo impedindo a entrada de poeira ao seu interior, uma solução de design que sempre apreciei nesses equipamentos.

Com relação ao custo de impressão, o cartucho preto (T0731) — que é oferecido apenas em caixas com duas unidades — sai por R$ 69,90 com autonomia para 740 páginas. Os cartuchos Ciano (T0732), Magenta (T0733) e amarelo (T0734) saem por R$ 25,90 cada com automomia estimada de 350 páginas (com cores combinadas). Assim calculamos o custo por página impressa em torno de R$ 0,09 em preto ou R$ 0,31 em cores.

Nos testes realizados, A Stylus C110 imprimiu nosso relatório de referência em preto no MS Word a 10 ppm no modo normal e 11,9 ppm no modo rascunho, realmente números impressionantes para uma jato de tinta.

Entretando, como esperávamos, seu desempenho em cores não foi nada de saltar aos olhos, imprimindo nosso relatório em cores a 3 ppm e nosso gráfico em Corel Draw em 32,9 segundos.

epson_c100_driver.jpgNotamos também, que a escolha do modo de qualidade de impressão no seu driver interfere diretamente no desempenho da impressora, já que para chegar a esses resultados, trabalhamos só no modo de texto normal.

Ao selecionar um modo de melhor qualidade como Texto e imagem ou mesmo Foto, a velocidade para o mesmo documento em cores caiu para 1,13 ppm e o gráfico subiu para 137,6 segundos, uma boa piora no seu desempenho.

Assim, o usuário precisa estar ciente de que escolher o modo correto para atender às suas necessidades de qualidade ou desempenho.

Mas existe uma relação entre essas duas opções?

epson_c100_textos.jpgAnalisando algumas ampliações retiradas das impressões de teste podemos notar diferenças entre os modos Rascunho e Texto, com uma leve melhora no modo Foto (melhor qualidade). Mas, no mundo real, não notamos diferenças gritantes no resultado final entre as três impressões, de modo que recomendamos que o usuário pode usar sem medo, o modo Rascunho, para uso casual e o modo Texto mesmo em documentos com imagens em cores, reservando os outros modos para impressão de fotos.

Como todos já sabem, a Epson adota um sistema de tintas totalmente pigmentadas (a base de elementos sólidos) batizada de DuraBrite Ultra, que, na versão implementada na C110, produziu resultados muito interessantes para uma tecnologia que sempre primou mais pela resistência e durabilidade da impressão do que pela qualidade fotográfica propriamente dita.

epson_c100_detalhe_predio.jpgEm nossos testes de impressão de fotos, a C110 apresentou bons resultados para uma impressora de quatro cores — e o mais interessante — o acabamento final apresentou ótimo brilho, algo que não acontecia na primeira geração do DuraBrite.

Note na imagem à esquerda, como os pontos coloridos se sobrepõe, mas não necessariamente se misturam, algo característico do uso de tinta pigmentada.

epson_c100_detalhe_pb.jpgMais interessante ainda é observar uma reprodução de fotos em preto e branco (à direita), onde os tons monocromáticos são gerados por massas de pontos coloridos.

Outra coisa que descobrimos durante os testes de impressão, é que a tecnologia DuraBrite Ultra não se comporta bem em qualquer tipo de papel fotográfico.

epson_c100_flor_midia.jpgNas primeiras tentativas, utilizamos um papel fotográfico de acabamento brilhante (Glossy) original da Canon, e ficamos intrigados ao ver que a tinta se fixou de maneira irregular na superfície do papel — em especial nas áreas de transição de certos tons de verde — criando curiosas “áreas foscas” na foto, o que pode ser notado na metade esquerda da imagem ao lado. O problema foi resolvido com o uso de um papel de outro fabricante, nesse caso da HP (metade da direita).

Isso nos faz lembrar de um velho paradigma do mercado que diz que os melhores resultados sempre são obtidos com o uso de suprimentos — de preferência — aprovados e recomendados pelo fabricante da impressora. A lição que tiramos dessa experiência é que boa procedência não é necessariamente garantia de bons resultados.

E como o usuário muitas vezes não tem a oportunidade de testar todas as opções de tintas e mídias disponíveis no mercado, nossa sugestão é que o usuário procure sempre trabalhar com os suprimentos da mesma marca da impressora, ou que acompanhe os nossos testes para que nós soframos com esses imprevistos, e não o seu bolso. :^)

No final das contas, nossas impressões da Stylus C110 foram bastante positivas, apesar de que muito do seu desempenho é mais sentido nas impressões em preto, o que torna esse produto particularmente mais interessante para escritórios domésticos e profissionais liberais do que os entusiastas da fotografia digital, que podem ganhar mais do lado da durabilidade da imagem do que da produtividade propriamente dita.

Resumo: Epson Stylus C110
O que é isso? — Impressora jato de tinta de uso geral.
O que é legal? — Ótimo desempenho em textos, fotos com acabamento brilhante.
O que é imoral? — Seu desempenho depende uso correto do driver e a velocidade não é a mesma no modo em cores.
O que mais? — Pode ser uma opção para aqueles interessados numa laser de entrada, mas que não podem abrir mão das cores.
Avaliação: 5,5 — O produto cumpre o que promete e traz algo que o torna mais desejável que outros (entenda a nossa metodologia aqui)..
Preço sugerido: R$ 369.
Onde encontrar: www.epson.com.br

9 novembro, 2007 - Posted by | Hardware, impressoras, Review

1 Comentário »

  1. Queria saber qual a máxima espessura de papel que a C110 suporta. Geralmente quando falo em espessura as informações que obtive foi sobre o tamanho das folhas. E o que eu necessito é da grossura do papel.

    Comentário por Paulo | 13 janeiro, 2008 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: