mnagano.com

bits, bytes e bravata!

Review: Compaq Presario C725BR

c700_front.jpg

No início deste mês, a HP Brasil anunciou a nova linha de portáteis Compaq Presario série c700, equipada com processadores Intel de última geração, 512 MB de memória DDR2 667 MHz, gravador de DVD dual layer e Windows Vista Home Basic. A exceção fica por conta do modelo de entrada C710BR, que vem com unidade de CD-RW/DVD combo e Linux pré-instalado.

Segundo a empresa, ao contrário de outras geografias onde ele nunca saiu do mercado, a linha Compaq Presario volta ao país para complementar a linha HP Pavilion como modelos de entrada, mais indicados para os chamados “usuários de primeira compra” — consumidores que nunca tiveram um notebook para uso pessoal e gostariam de ter algo que atenda às suas necessidades por um preço que eles possam pagar (não necessariamente nessa ordem).

Sob esse ponto de vista, a linha C700 apresenta uma intrigante combinação de características que lembram muito um carro de frota, ou seja, acabamento simples e despojado com disposição para enfrentar qualquer parada, seja em casa, na escola, no escritório ou na rua. Quem preferir algo mais cheio de cores, cromados e itens de lazer podem se sentir mais a vontade com a linha HP Pavilion, especialmente voltada para entretenimento digital.

O Zumo teve acesso ao modelo C725BR, um modelo intermediário equipado com o novo processador Pentium Dual Core T2310 de 1,46 GHz que, ao contrário do Pentium D “Presler”, é baseado no Core 2 Duo, porém com apenas 1 MB de cache L2.

c700_gabinete.jpgAo contrário dos Pavilion, a cor predominante da linha C700 — tanto por dentro quanto por fora — é o preto. Seu gabinete externo é de plástico fosco, um acabamento que, na minha opinião, é mais adequado para uso intenso e maus tratos do que o belo (e irritantemente sensível) Black Piano, muito popular nos dias de hoje.

c700_ledsa.jpgA sensação de frugalidade também pode ser sentida no interior do C725: nenhum botão de atalho além do essencial (liga/desliga e controle do Wi-Fi), LEDs de estado pequenos e de pouco brilho, ao ponto de deixar passar despercebido certos detalhes como os indicadores de Caps Lock e Num Lock. Curiosamente, o brilho mais intenso vem do seu conector de força, que mostra que o portátil está sendo alimentado pela rede elétrica. Uma grande sacada, diga-se de passagem.

Nas laterais do portátil, vemos somente o gravador de DVD, três portas USB 2.0, modem, rede Fast Ethernet (10/100 mbps), som, S-Video, SVGA e nenhum slot para cara cartão de memória flash ou PCMCIA.

c700_componentes.jpgA boa notícia é que embaixo de toda essa discrição, esconde-se uma plataforma bastante moderna — já baseada no Santa Rosa — com seu chipset móvel Intel 965 Express, aceleradora gráfica GMA X1300 (64 MB de memória compartilhada) e processador Pentium Dual Core. Ele só não pode ser considerado um Centrino Duo porque sua interface Wi-Fi 802.11b/g é da Broadcomm e não da empresa de Santa Clara.

Na parte de baixo do portátil, temos acesso à sua bateria de íons de lítio de seis células e 47 Wh e os compartimentos que abrigam o disco rígido SATA de 5.400 rpm e 80 GB, o cartão PCI-mini Wi-Fi e os slots para os pentes de memória, sendo que um deles ocupado por um módulo de 512 MB SODIMM DDR2 de 667 MHz.

c700_touchpad.jpgComo está se tornando comum no mercado, sua tela é do tipo wide de 15,4″ WXGA com resolução nativa de 1.280 x 800 pixels e acabamento brilhante. A largura do portátil permite o uso de um teclado (padrão ABNT 2) amplo e bem confortável. Um recurso muito interessante herdado dos Pavilion é seu touchpad com função de scroll nas laterais e um controle que permite desativá-lo quando usamos um mouse externo.

Por causa disso, o C725BR não pode ser considerado um equipamento leve (2,9 kg) nem compacto, medindo aproximadamente 25,7 x 4,0 x 35,7 cm (LxAxP, fechado).

Sob testes

Como vimos no teste do Lenovo C200, o sistema operacional que acompanha o produto é o Windows Vista Home Basic, uma solução que consideramos meio pesada para um portátil com apenas 512 MB de RAM.

Nos testes realizados com o PCMark’05, obtivemos uma média de 2.684 pontos no seu índice geral e 2,0 pontos no índice de experiência do Windows Vista. Quando expandimos sua memória interna para 1.024 MB a média do PCMark’05 saltou para 3.189 pontos (+18%) e o índice de experiência saltou para 3,1 pontos (+55%).

Fizemos o mesmo com o AutoGK 2.40: para converter nosso DVD de referência num arquivo AVI de 640 MB, o C725BR levou aproximadamente 2h30m32s com 512 MB de RAM e 2h27m41s com 1.024 MB de RAM. Nesse caso, não vimos muito ganho em termos de desempenho.

Como a HP não dá suporte para Windows XP em seus portáteis de linha para o consumidor final, até tentamos — mas não conseguimos realizar — boa parte de nossos testes de rotina no C725BR feitos no Windows XP, entre eles o Sysmark 2004 SE e o MobileMark 2002, este último usado para avaliar a autonomia do portátil. No seu lugar, tive que utilizar o Battery Eater 05, um teste sintético que mede o tempo de descarga da bateria por meio de rotinas gráficas.

Na média, o C725BR trabalhou a todo vapor por 1h7m38s, valor que pode ser até um pouco maior na vida real, mas que, em termos absolutos, é um resultado modesto na minha opinião. Isso também me leva a concluir que esse modelo estaria mais para um desktop replacement do que um equipamento mais voltado para mobilidade.

Conclusões

Se respeitarmos tais limitações, considero o C725BR uma solução interessante para usuários domésticos, estudantes e profissionais liberais que precisam de algo simples e prático para suas necessidades diárias de computação. Seu visual simples e utilitário o coloca junto com outras soluções, em especial dos portáteis da linha Dell Vostro, cuja proposta é bem semelhante: oferecer capacidade de processamento na medida e sem muita frescura, com suporte e garantia de uma grande empresa do mercado por um preço camarada.

Mas como no caso do Lenovo 3000 C200, recomendamos que caso o usuário opte pelo C725BR, o mesmo deveria considerar seriamente o upgrade para 1.024 MB de RAM, já que o downgrade para o XP pode ser uma jornada bem mais complexa e penosa.

Digo isso por experiência própria. ;^)

Resumo: Compaq Presario V725BR
O que é isso? — Notebook para uso geral baseado na tecnologia Móvel Santa Rosa (Centrino Duo).
O que é legal? — Ótimo conjunto de recursos para um modelo de entrada.
O que é imoral? — Desempenho modesto da bateria. Não possui slot para cartão de memória flash, nem PCMCIA.
O que mais? — O equipamento sofre um pouco com o Windows Vista. Considere o upgrade para 1 GB de RAM.
Avaliação:
5,5 — O produto está ligeiramente acima da média, com nenhum problema realmente sério. No geral, traz algumas características de destaque, o que o torna mais desejável que outros. (entenda nossa metodologia aqui).
Preço sugerido: R$ 2.399.
Onde encontrar: www.hp.com.br

20 dezembro, 2007 - Posted by | Hardware, HP, Review

18 Comentários »

  1. Bem, em particular gostaria de falar sobre o Compaq Presário C710BR. Sou técnico em informática e um de meus clientes acaba de adquirir o notebook mensionado anteriormente e como no artigo diz, o mesmo veio com o sistema operacional linux, como meu cliente ha algum tempo havia adquirido uma cópia do winxp original para um outro pc e não chegou a usar, ele optou por comprar esse compaq devido ao preço, R$ 1.600,00. Até aí tudo ótimo, o problema foi na hora de instalar os drivers. Normalmente todos estariam pensando: “muito simples basta entrar no site da HP e baixar os drivers para o medelo”, mas é aí que todos se enganan, no site da HP não possui os drivers e o pior, consultando o suporte, eles disseram que não tem compromisso com o fornecimento de drivers que não sejam para o sistema originalmente instalado, ou seja, vc comprou com linux, vc é obrigado a usar com linux. Eu pergunto do que adianta custar, relativamente barato, se não se pode usar da forma que quer?

    Comentário por Adriano | 27 dezembro, 2007 | Responder

  2. Gostaria de saber porque o Presario C710BR vem com o linux? até ai tudo bem! O maior problema é nao ter a opção de poder usar outro sistema Operacional, será que realmente pensaram em algo de melhor? tudo que falam no artigo acima nao é na pratica, revejam sobre esta linha e coloquem os drives no site.

    Comentário por João | 4 janeiro, 2008 | Responder

  3. Realmente, sou tecnico em informatica e um cliente comprou “esse” note c710br com linux, so que o mesmo nao quer linux, comprou um xp original, e agora somos orbigados a engolir esse engodo da HP, exigimos drives para os outros sistemas operacionais ou entraremos na justiça contra voces, todos compradores desse produtos favos entrar en contato comigo, para entramos com ação contra hp brasil

    Comentário por Armando Uchoa | 5 janeiro, 2008 | Responder

  4. Como dica, sugiro que acessem alguns sites de fóruns relacionados a hardwares que vocês conseguirão resolver alguns desses problemas. Por exemplo, encontrarão um driver controlador de áudio compatível com XP para o C710BR.

    Comentário por Alex | 7 janeiro, 2008 | Responder

  5. Eu acredito que quando os consumidores colocarem a hp / compaq na defesa do consumidor eles vão entender que é necessario disponibilizar tais informações.

    Comentário por luis | 7 janeiro, 2008 | Responder

  6. Estou tendo o mesmo problema em relação ao modelo C710BR, pois tenho um cliente que me solicitou que instala-se o Windows XP original no notebook, apos eu ter realizado o serviço, acabei ficando na mão, pois não consigo terminar o serviço por não encontrar os drivers deste notebook. Se alguém conseguir algum driver, por favor, me envie um email david_war@hotmail.com.
    Concordo com o Armando, devemos sim exigir da HP os drivers.

    Comentário por David | 9 janeiro, 2008 | Responder

  7. Esclarecendo: É pra isso que existem os Técnicos de Informática :]
    Vocês não são técnicos? Dêem um jeito de tudo funcionar, oras.

    Comentário por Xelo | 11 janeiro, 2008 | Responder

  8. O que eu quero é isso mesmo. Libertar-me do Windows de uma vez por todas. Sou usuario do Linux Kurumin num laptop Compaq Celeron 2ghz e 256mb de ram que roda uma beleza. Vou comprar e não pretendo usar o xp nele. Um abraço a todos! Viva o Linux!

    Comentário por Wastin | 13 janeiro, 2008 | Responder

  9. ola galera… voces sabem qual o drive de audio que funciona no C725BR, pelo que vi ai no teste, foi com o xp, entao devem saber ne. pois comprei um e veio com o windos vista…mas achei pessimo e mudei para o xp, so que o audio nao funciona.. poderiam me ajudar… meu email é ag.trovao@yahoo.com.br
    Valeu galera

    Comentário por Valdi | 16 janeiro, 2008 | Responder

  10. ola pessoal.
    Comprei um Compaq Presario C700 com Linux e consegui instalar o Windows XP graças a uma pesquisa que fiz no Orkut. Segue o link, tem todo o passo a passo alem dos drives.
    http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=198922&tid=2578722770687992367&start=1

    Comentário por Luciano | 22 janeiro, 2008 | Responder

  11. Boa noite pessoal.
    Sou técnico de informática e administro uma loja de informática em João Pessoa, PB, há 7 anos!
    Estou bastante sensibilizado em relação ao drama de todos vocês em relação aos DRIVERS para windows xp em alguns modelos de notebook da Hp.
    Quero dizer que tenho a solução!!!
    Inicialmente, esses modelos aqui anunciados são de mesma família, mudando apenas o modelo… dentro, chipset etc., é tudo igual!
    Passei 20 dias para instalar drivers para um notebook HP V6210 (de minha irmã), que me pediu para instalar o windows xp, pois ela tem horror ao Linux.
    Depois de formatar, particionar, etc., começou o drama: no site da Hp nao existiam drivers para o modelo, e o suporte me disse que não “daria suporte” para o problema pode?
    Decidi sair à luta “na munheca”, e depois de 20 suados dias e noites, o bicho tá vendendo saúde!
    PROMETO divulgar um e-mail em breve, contendo a solução para o V6210, que repito, vai solucionar todos os outros problemas, acreditem!
    A única observação, é que o chipset deve ser da Nvidia ok? É preciso também seguir a ordem de instalação dos drivers, senão não vai dar certo!
    Aguardem meu próximo e-mail ok?
    Agora deixem esse amigo paraibano esfriar um pouco a cabeça nesse feriadão, de pernas pro ar, nas lindas e quentes praias de João Pessoa…
    Até breve!
    Marinho Filho.

    Comentário por Marinho Filho | 1 fevereiro, 2008 | Responder

  12. essa questao dos drivers eh facil de resolver. a linha C700 em geral a placa mae eh a mesma, so muda HD, memoria processdor ETC. entao se na pagina do C710 n tem drivers pra xp, procure o modelo C720, ou C725 ou C730.. modelos proximos, com certeza algum deles vai ter pra xp e eh so baixar e instalar. o caso do 6210BR ai citado cima , tbm foi meu problema , passei uns 15 dias rodando atras de drivers mas no final das contas era so entrar no modelo 6110BR q tinha todos os drivers pra xp la.. moleza

    Comentário por Renato Melo | 21 fevereiro, 2008 | Responder

  13. Sinceramente, to com esses problemas ai com o C710BR, e sou tecnico tb e meu cliente, por coincidência, é advogado especialista em direito do consumidor e vou veementemente tentar convence-lo a processar a compaq. Decepcionante.

    Comentário por Everardo | 29 fevereiro, 2008 | Responder

  14. a detalhe importante, a dica do Luciano está resolvendo meu problema.

    Comentário por Everardo | 29 fevereiro, 2008 | Responder

  15. Sobre o comentário 3 (Armando).

    Armando, estou contigo.
    To com o mesmo problema e somente depois da compra que pude verificar este problema em não poder instalar o XP no Compaq C730.
    Sou advogado e a HP disse não poder fazer nada amigavelmente.
    Mantenha contato, e caso ja tenha uma solução para instalação do XP, me da uma dica, pois tenho visto muitos foruns e não estou afim de arriscar.
    hugoadvogado@gmail.com

    Comentário por Hugo Leonardo | 16 março, 2008 | Responder

  16. Bom, não sei se foi resolvido o problema de vcs, observei q foi citado assima a resolução dos drivers, no entanto caso alguem nao tenha conceguido instalar o XP ainda segue um forum com tutorial e link para download dos driver.
    comprei o compaq presario c710 e meu amigo o c720 segui o passo a passo do tutorial e o note esta funcionando normal com todas as funçoes abilitadas http://acesso.ps3forum.com.br/phpBB3/viewtopic.php?f=15&p=176493.

    Comentário por Alex | 8 abril, 2008 | Responder

  17. COMPREI UM C720 AVISTA POR 1529,00 E COLOQUEI MAIS 512 DE MEMORIA FICANDO COM 1GB E FICOU UMA MAQUINA BOA DE TRABALHAR ,GASTEI MENOS DE 1600,00 ESTOU COM UM EQUIPAMENTO TODO HORIGINAL SEM PROBLEMAS!

    Comentário por RICARDO AFONSO | 21 abril, 2008 | Responder

  18. Amigos, é só procurar um pouquinho… além do link acima, vejam no Clube do Hardware, achei links e instruções lá e só não gostei do driver da ALPS(touchpad) que me pareceu instável…esse Vista é insuportável, coloquem XP na máquina, fica excelente !

    Comentário por Carlos Criscione | 27 maio, 2008 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: