mnagano.com

bits, bytes e bravata!

FujiFilm se rende ao SD

fuji_sd.jpg

Estava hoje brincando com a nova câmera Finepix Z10fd da Fuji Film quando notei pela primeira vez, algo muito curioso nessa digital: um slot adicional para cartão de memória SD. Até ai nada de mais, se ela junto com a Olympus não fossem as inventoras — e até hoje únicas usuárias — do padrão xD Picture Card.

Antes do xD, tanto a Fuji quanto a Olympus trabalhavam com o SmartMedia (SM) — um dos primeiros cartões de memória Flash do mercado (1995) — cuja capacidade de armazenamento empacou nos 128 MB, numa época em que formatos concorrentes como o Compact Flash (CF) ou o Memory Stick (MS) já ultrapassavam os 256 MB.

Isso provocou vários transtornos (para não dizer ira) tanto da Fuji quanto da a Olympus, já que isso significava uma desvantagem tecnológica para seus produtos, e a Toshiba — inventora do SmartMedia — parecia não estar esquentando com isso, já que ela deixou de investir no SM em favor de um novo formato mais promissor — o Secure Digital (SD) — e esperava que as duas empresas migrassem para o novo cartão.

Por estranho que pareça, nenhuma delas comprou essa idéia e partiram para um novo formato concorrente. E foi assim que surgiu, em 2002, o xD Picture Card. Na época, um dos menores cartões do mercado e que, naquela época, já previa a demanda por cartões menores para atender à um novo mercado que poderia, no futuro, ser até maior que as câmeras fotograficas: os celulares multimídia e smartphones.

Passados quase cinco anos, o SD se consolidou como padrão dominante do mercado, introduziu variações ainda menores — como o Mini SD e Micro SD — para atender o mercado de celulares e até empresas como Canon e Nikon antes fiéis ao CF, aos poucos se renderam ao SD.

Nesse cenário, somente a Fuji e a Olympus se mantinham fiéis ao xD — principalmente na sua linha de compactos — isolando-se novamente no mercado, numa situação não muito mais confortável que na época do SmartMedia.

E agora, com a constatação de que a Fuji começa a abrir espaço para o SD, poderíamos dizer que o xD é um padrão condenado?

Difícil dizer que não, mas se eu fosse um porta-voz da empresa eu já teria a resposta bem na ponta da língua: “Não estamos matando o xD, e sim atendendo aos desejos do consumidor, que gostaria de trabalhar com outro formato além do xD“.

(Por que esse sorriso amarelo? Não dizem que o cliente tem sempre razão???) >;^)

Anúncios

5 fevereiro, 2008 - Posted by | Fotografia, Opinião

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: