mnagano.com

bits, bytes e bravata!

Review: AMD Phenom x3 8750

Em setembro do ano passado, a AMD anunciava para o mercado um produto “ímpar” no mais exato sentido da palavra: seu primeiro chip AMD64 de três núcleos, que recebeu o nome Phenom x3.

Baseado no projeto K-10 (codinome Barcelona) de quatro núcleos, seu anúncio foi recebido com alguma reserva pela imprensa, já que na época circularam boatos de que o Phenom x3 não seria mais do que um Phenom x4 (quad-core) com um núcleo desativado ou, segundo as más linguas, defeituoso sendo automaticamente renomeado como um triple-core, o que passavaria a sensação de se tratar de um produto de segunda linha.

Essa possibilidade foi negada por Roberto Brandão, gerente de tecnologia da AMD Brasil numa entrevista para o Zumo no dia seguinte ao anúncio. Ele afirmou que o x3 seria produzido a partir de wafers específicos, o que tem lá a sua lógica, já que as metas de produção de um tipo de chip não poderiam nem deveriam depender nas falhas na fabricação de outro produto.

Mas desde o início a estratégia do Phenom x3 foi clara: ofererer uma opção com melhor desempenho que os atuais Athlon 64 x2, porém mais em conta que os Phenom quad-core. Curiosamente, o Phenom x3 poderá passar um bom tempo sem um concorrente direto, já que a microarquitetura dos atuais processadores da Intel impedem que a mesma crie um chip de três núcleos a partir de seus Core 2 Quad. Apesar disso, a empresa já confirmou a existência de um chip de seis núcleos (codinome Dunnington) para servidores.

De qualquer modo, fica a dúvida: seria o Phenom x3 uma opção mais interessante que um Athlon 64 x2 de mesmo clock ou de um modelo mais veloz? Fizemos alguns testes e os resultados podem ser conferidos depois do clique:

O que eu fiz, com a ajuda da AMD, foi montar uma configuração simples com uma placa-mãe M3A78-EMH HDMI da ASUS — baseada no chip set AMD 780G/SB700 com vídeo integrado — equipada com 2 GB de SDRAM DDR2 667, disco rígido SATA II de 80 GB, gravador de DVD e três processadores AMD que representariam os três casos que gostaríamos de analisar. A saber:

Caso 1: Athlon 64 X2 4600+ (dual-core de 2,41 GHz) — Escolhemos esse processador porque ele funciona mais ou menos no mesmo clock do Phenom x3 usado nessa análise, o que pode nos dar uma idéia do ganho de desempenho que podemos ter mudando de dois para três núcleos.

Caso 2: Phenom x3 8750 (triple-core de 2,4 GHz) — Tema central desta análise, o Phenom x3 8750 é o mais veloz dos três modelos já lançados pela AMD junto com o 8750 de 2,3 GHz e o 8450 de 2,1GHz. Como na versão quad-core, cada núcleo do x3 possui um cache L1 e L2 individual de 64 KB e 512 KB respectivamente e um cache L3 de uso comum de 2 MB, controlador de memória dual channel para memórias DDR2 de até 1.066 MHz, apenas um canal HyperTransport 3.0 e compatível com o soquete AM2+ etc. (mais detalhes sobre o Phenom e sua plataforma podem ser encontrados aqui).

Caso 3: Athlon 64 X2 6000+ (dual-core de 3,0 GHz) — A idéia de incluir esse chip nesse review é de ver se um processador dual-core de clock mais elevado poderia ser uma alternativa para o Phenom x3. O 6000+ é um atual modelo topo de linha, abaixo apenas do 6400+ de 3,2 GHz.

Para executar a bateria de testes, utilizamos o Windows Vista Ultimate que foi reinstalado e normalizado a cada troca de processador. Os resultados podem ser vistos na tabela abaixo (as células em verde representam o melhor resultado em cada benchmark):

Não há muito o que dizer em relação aos resultados, já que o Phenom x3 8750 se deu melhor em praticamente todos os testes. Podemos notar no Índice de Experiência do Windows Vista, que o resultado em certos itens como gráficos de negócios e disco não mostraram muita diferença de desempenho em termos absolutos, o que caiu como uma luva em nossa análise, já que o processador tende a ser mais solicitado quando outros recursos são limitados como na aceleradora gráfica.

Na minha opinião, os resultados mais interessantes foram os obtidos com o Sysmark 2007 Preview porque ele não é um teste sintético como o PCMark 2005 e sim baseado em aplicativos, representando assim um cenário mais realista sob o ponto de vista do usuário. Algo como ver como um carro sobe uma ladeira acentuada com pavimento de paralelepídedo do que analisar a saída de potência de um motor em kN montado em um dinamômetro.

Vale a pena lembrar que o desempenho de chips com mais núcleos é melhor com o uso de programas capazes de tirar proveito dos recursos de multiprocessamento. Um bom exemplo é o Auto Gordian Knot 2.45, que agrega ferramentas de vídeo de várias origens, sendo que algumas delas não tiram proveito dos vários núcleos, daí os resultados mais próximos entre os três cenários.

Minha conclusão é que o Phenom x3 cumpre sua promessa de oferecer uma solução intermediária de desempenho e valor entre seus modelos de dois e quatro núcleos. Numa era em que o consumo de energia começa a ser algo tão valorizado quanto desempenho, o Phenom x3 8750 também oferece vantagens consumindo apenas 95 watts contra 125 watts do Athlon 64 x2 6000+.

Talvez a única dificuldade por parte do consumidor será de avaliar sua real necessidade de processamento e ter certeza que um triple-core seria a melhor solução para seu caso ou mesmo para seu bolso. Pelo menos na nossa análise prevaleceu a lógica, ou seja, três mostrou ser mais e melhor do que dois. ;^)

Resumo: AMD Phenom x3 8750
O que é isso? — Processador K10 da AMD de três núcleos.
O que é legal? — Bom desempenho para uso geral, melhor que um dual core de mesma velocidade.
O que é imoral? — Parece ser um quad-core com um núcleo desativado.
O que mais? — Produto único no mercado, sem correspondente na concorrência.
Avaliação: 9.0 — O produto possui vários recursos desejáveis não encontrados na concorrência, seus defeitos são mínimos e nada sério que interfira no seu desempenho final. (Entenda nossa metodologia aqui).
Preço sugerido: Não divulgado.
Onde encontrar: www.amd.com.br

Anúncios

2 junho, 2008 Posted by | AMD, Hardware, Review | , | Deixe um comentário

AMD lança Sempron dual-core (na China)

sempron_logo.jpgO jornal Digitimes noticiou hoje que a AMD lançou seu primeiro processador Sempron dual-core na China. Trata-se de um Sempron 2100+ de 1,8 GHz e 65nm. O preço da peça no mercado chinês está em torno de RMB 399 ou US$ 55.

Essa notícia vem quase um mês após o anúncio — ou melhor, do aparecimento — do Celeron dual-core da Intel, já que nem a imprensa foi avisada. Mas ao contrário do pessoal de Santa Clara, a AMD nunca negou que esse produto poderia algum dia existir na sua linha de produtos.

Durante uma apresentação de Roberto Brandão — gerente de tecnologia da AMD Brasil — realizada em setembro de 2007, ele disse não ver empecilhos de que o Sempron algum dia se tornasse um chip dual-core, já que muitos Semprons de hoje já foram Athlons 64 do passado. Trata-se apenas de uma questão de nomenclatura, conclui ele.

O Digitimes diz que alguns canais acreditam que o lançamento da AMD force a Intel a baixar o preço de seus Celeron dual-core, o que pode não ser suficiente para segurar a iniciativa do pessoal de Sunnyvale, já que mesmo com os preços equiparados, a AMD pode ter levar alguma vantagem, graças aos seus chipsets com gráficos integrados (IGP) projetados com tecnologia ATI.

27 fevereiro, 2008 Posted by | AMD, Notícia, Tecnologia | Deixe um comentário

Enquanto o eee PC aumenta a tela, a AMD baixa o consumo

O Digitimes noticiou hoje que a Asustek está avaliando amostras de telas LCD de vários fornecedores e modelo escolhido será usado na próxima versão do eee PC.

Segundo essa nota, o novo modelo terá telas de 8″, 9″ e 10″, sendo que a versão de 9″ será do tipo touchscreen.

Fontes do mercado estimam que a Asustek já vendeu de 300 a 400 mil unidades de seu subcompacto nos primeiros trimestres e calculam que esse número poderá ficar entre 4 e 5 milhões em 2008.

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

O mesmo jornal informou hoje que a AMD prepara o lançamento das versões de baixo consumo dos processadores Phenon (quad-core) e Athlon (dual e single-core):

Em fevereiro/março deve chegar ao mercado o Phenom 9100e de 1,8 GHz, controlador de memória DDR2 1066 MHz e TDP de 65 W, que será substituído no segundo semestre de 2008 pelo Phenon 9150e, um produto ainda meio obscuro cujos rumores dizem ser uma versão do 9100e baseado na revisão B3.

Além disso, a AMD irá lançar três novos chips dual-core de baixo consumo: o Athlon 4850e (2,5GHz, 1 MB de L2 e DDR2 800), Athlon 4450e (2,3 GHz, 1 MB de L2 e DDR2 800) e o Athlon 4050e (2,1 GHz, 1MB de L2 e DDR 800).

Entre os single-core, serão lançados os Athlon BE-1640 (2,7 GHz 512 KB de L2) seguido pelo Athlon BE-1660 (2,8GHz e 512 KB de L2) ambos com TDP de 45 Watts.

Mais informações aqui.

18 janeiro, 2008 Posted by | AMD, Notícia, Tecnologia | Deixe um comentário

O Core Duo da AMD

Uma das maneiras de medir o sucesso de um produto é quando seu nome deixa de ser próprio para se tornar num termo genérico. Algo como a vez em que o folclórico Vicente Matheus agradeceu a “Antarctica pelas Brahmas que nos mandaram” ou as pessoas que diziam ter um “Pentium da AMD” em casa.

Veja mais um exemplo, flagrado hoje no Submarino.com:

turion_core_duo.jpg

29 dezembro, 2007 Posted by | AMD, Fun Stuff, Intel | 1 Comentário

AMD apresenta plaforma de desempenho baseada no Phenom

spider_architecture.jpgA AMD anunciou hoje a chegada oficial da sua primeira plataforma de computação de alto desempenho para profissionais, gamers e entusiastas formada pelo novo processador Phenom quad-core, chipset AMD série 7 e a placa de vídeo ATI Radeon HD 3800 anunciada na semana passada.

Conhecida pelo codinome Spider, a nova plataforma não é exatamente um “pacote fechado”, como ocorre com o Centrino, da Intel. Segundo Roberto Brandão, gerente de tecnlogia da AMD Brasil, a idéia por trás dessa iniciativa é que eles foram feitos para trabalharem melhor juntos, o que não impede que o integrador ou usuário utilize apenas uma ou mais partes dessa plataforma em seus projetos.

Continue lendo

19 novembro, 2007 Posted by | AMD, Hardware, Notícia | Deixe um comentário

Hands On: Placas ATI Radeon HD 3870 e HD3850

ati_hd3800_placas.jpg

No início dessa semana, recebi um pacote que parecia mais um embrulho de mercearia. Ao abri-lo notei que seu conteúdo era realmente vermelho como filé, apetitoso como filé e até mais divertido que um filé. De fato não era um e sim dois filés: as novas placas de vídeo ATI Radeon HD3870 e HD3850 anunciadas oficialmente hoje (15/11) pela AMD.

Continue lendo

15 novembro, 2007 Posted by | AMD, Hardware, Notícia, Review | 11 Comentários

AMD tem novo diretor de vendas para o Brasil

A AMD acabou de ser anunciar seu novo diretor de vendas para o Brasil.

Wladimir Benegas veio da Samsung onde era responsável pela divisão de HDD e ODD (discos rígidos e ópticos). Antes disso, ele trabalhou em empresas que já fazem parte da história da computação nacional, como a Compo do Brasil (monitores) e na Microdigital Eletrônica (microcomputadores, em especial aqueles baseados na tecnologia Sinclair, como o legendário TK-82C).

Segundo a AMD, o executivo vem com a meta de consolidar a participação da AMD no mercado e liderar as iniciativas estratégicas de vendas no país.

Entre várias responsabilidades Benegas também irá absorver as funções de José Carlos Yasbek ex-country manager e ex-diretor de vendas para canais, que recentemente deixou a empresa.

31 outubro, 2007 Posted by | AMD, Notícia | Deixe um comentário

Parece, mas não é

IDF 2007 San Francisco: Durante o keynote de Pat Gelsinger foram divulgados mais detalhes sobre o futuro processador Nehalen.

Ao contrário do Penryn – que seria mais uma versão de 45 nm do atual Core 2 Duo de 65 nm – o Nehalen é um projeto bastante modular, equipado com um gerenciador interno de memória e um novo barramento de dados batizado de QuickPath, antes conhecido como CSI.

Os Penryn poderão estar disponíveis nas versões de 2, 4 e 8 núcleos com até quatro conexões Quickconnect, de modo que a Intel prevê configurações de servidores com até oito soquetes.

Continue lendo

19 setembro, 2007 Posted by | AMD, Intel, Notícia, Novas idéias, Tecnologia | 2 Comentários

Oficial: Phenon Triple-core em 2008

Agora é oficial: são 18h na Costa Oeste dos EUA (22h no Brasil), o sino da igreja de St. Patrick, ao lado do hotel Marriott acabou de badalar e a AMD postou uma breve mensagem no seu site, anunciando a chegada do chamado Phenon Triple-Core para desktops.

Segundo um vídeo disponível no site da AMD, Leslie Sobon, diretora de produto e gerenciamento de marca, disse que o novo chip de três núcleos estará disponível no início de 2008.

(rev.ok)

17 setembro, 2007 Posted by | AMD, Notícia | Deixe um comentário

AMD anunciará hoje processador de três núcleos

A AMD anunciará hoje um novo processador de três núcleos para complementar sua linha de produtos Phenon de dois e quatro núcleos.

O novo chip é, na sua essência, um processador quadcore K10 com um dos núcleos desabilitados. Ele será direcionado especificamente para o segmento de desktops.

O produto fará parte da linha de chips Phenon e ficará numa faixa de preço entre os modelos de dois e de quatro núcleos.

Pelo que pudemos entender, a existência desse produto é essencialmente mercadológica, além de poder tirar proveito dos modelos quadcore nos quais um dos núcleos saia com defeito durante o processo de fabricação.

(rev.ok)

17 setembro, 2007 Posted by | AMD, Hardware, Notícia | Deixe um comentário