mnagano.com

bits, bytes e bravata!

Imagens do Palm Centro vazam na Web

O site Treonauts publicou as primeiras imagens do Palm Centro (Treo 800p), o novo SmartPhone da atual linha Treo, da Palm .

As imagens mostram um produto com um novo desenho, ligeiramente menor e mais fino que o da atual linha Treo. O sistema operacional é o Palm OS Garnet e mantém o teclado alfanumérico e a tela sensível ao toque.

Veja as imagens e mais detalhes aqui.

(rev.ok)

27 agosto, 2007 Posted by | Notícia, Palm | Deixe um comentário

Conheça Foleo, amigo do Treo

No final da semana passada, foi ao ar meu primeiro teste comparativo para o programa Olhar Digital. O tema escolhido foi SmartPhones e tive a oportunidade de ver como anda esse eclético mundo de dispositivos móveis cada vez menores, mais versáteis e, por que não dizer, realmente mais úteis.

Uma das coisas que mais me interessa nesses produtos é a chamada interface com o usuário. E o grande desafio dos fabricantes sempre foi de oferecer a melhor combinação de tela grande, teclado confortável (para navegar e escrever mensagens). Também seria legal que ele entrasse em qualquer bolso sem fazer volume, e que não fosse complicado de usar ao ponto de você precisar da ajuda dos seus amigos Nerds para descobrir onde ficam seus dados pessoais.

No mundo automobilístico, seria algo como desejarmos uma picape 4×4 para cinco pessoas e uma tonelada de carga — capaz de subir paredes (ou melhor, passar por elas), como um Hummer —, que seja estável nas curvas e veloz como um carro esporte, que faça mais de 15 km por litro de gasolina na cidade (com o ar ligado, já que ninguém é de ferro) e que seja fácil de manobrar, entrando em qualquer vaga de estacionamento.

Sob esse ponto de vista, os SmartPhones não evoluíram muito, já que as limitações estão mais no campo físico do que no tecnológico propriamente dito.

Apesar disso, uma idéia genial foi mostrada numa matéria publicada na PC Magazine Brasil de hoje (31/05), que descreve um novo produto da Palm batizado de Foleo. Uma espécie de subnotebook baseado em Linux que funciona como uma extensão do SmartPhone da empresa — o Treo —, mas que pode ser facilmente adaptado para outras plataformas.

Na minha opinião, a grande sacada do Foleo é a maneira como ele interage com o Treo. Basta aproximar o portátil do SmartPhone, para que se estabeleça uma conexão via bluetooth entre os dois dispositivos, de modo que todas as informações do Treo ficam disponíveis para o Foleo.

Desse modo fica fácil, por exemplo, ler e responder e-mails, assim como editar e modificar arquivos de Office com a mesma facilidade que fazemos num note convencional, com todas as comodidades de mobilidade e de transporte de dados do Treo.

O que mais me fascinou nesse produto é que o Foleo materializa, na forma de um produto real, uma idéia que já rodava o mercado há anos como um conceito. Ou seja, o SmartPhone como uma central de informações pessoais, capaz de interagir com outros dispositivos por meio de conexões sem fio.

A primeira vez que ouvi falar nisso foi em 1998, quando conheci Phil Hester — na época chefe de pesquisa da IBM, um dos pais do PowerPC e atual CTO da AMD —, que me mostrou numa entrevista no Brasil, a primeira versão do wearable computer. O equipamento — um PC na forma de um cartucho multifunção — poderia ser instalado num slot de um gabinete de notebook, para funcionar como um ThinkPad, ou num painel de carro para funcionar como um computador de bordo.

A idéia por trás desse conceito, era a de que os dados e sua capacidade de processamento pudessem ser transportados de um lado para outro ou de dispositivo para dispositivo.

Depois disso, esse conceito evoluiu para o Metapad, que nunca virou um produto comercial.

By the way, pesquisando sobre o Metapad, descobri no site da IBM Research, conceitos ainda mais avançados: o Personal Mobile Hub e o SoulPad.

31 maio, 2007 Posted by | IBM, Notícia, Novas idéias, Palm, Tecnologia | Deixe um comentário

Treo 775p: fim do Palm OS?

Rumores do mercado dizem que o Treo 775p pode ser o último smartphone da Palm a vir com o bom e velho Palm OS — e mais, seu sucessor pode rodar Linux.

Segundo nota publicada na Computerworld americana, tal ação faria sentido, já que a Palm poderia generalizar sua plataforma de hardware, além de permitir que seus usuários tenham acesso às novas aplicações desenvolvidas para outros smartphones baseados em Linux.

Uma das frases de efeito mais interessantes que já ouvi dos altos executivos da Palm, era que a sua empresa era “agnóstica em relação ao processador” — justificando assim, na época (1999), a portagem do Palm OS para os chips baseados na tecnologia ARM, como o XScale da Intel (recentemente vendida para a Marvell).

Com o passar dos anos, a Palm mostrou ser agnóstica até em relação ao seu próprio SO, lançando o Treo 700w com Windows Mobile em 1999. O acontecimento foi, para os fãs do Palm, algo tão chocante quanto ver os porcos andarem de pé no final do livro A revolução dos bichos, de George Orwell.

O curioso é que não é a primeira vez que a Palm cortejou Tux, o pingüim. Em 2001, depois da saída de Bill Maggs, CTO da Palm e do CEO, Carl Yankowski, um grupo de engenheiros tentou convencer a empresa a adotar o Linux, sem sucesso.

Mas como meu colega Guilherme Felitti costuma dizer:

O mundo dá voltas e sempre para no mesmo lugar!” :^)

22 maio, 2007 Posted by | Linux, Notícia, Palm | Deixe um comentário

Extraindo textos do Palm

Cansado de carregar um notebook de 3 quilos nas costas em feiras e eventos, considerei a possibilidade de usar o meu Palm Tungsten T3 para editar minhas notas e postá-las na Internet.

A idéia era simples: editar os textos no aplicativo Memo do Palm com a ajuda de um teclado dobrável, e passá-los para um PC ligado à Internet.

Trata-se de um procedimento simples, se o Palm Desktop estiver instalado no PC. Mas fica praticamente impossível de ser feito diretamente no handheld porque os textos do Memo são gravados num único banco de dados e não existe um jeito simples e prático de extrair uma nota e gravá-la num arquivo-texto individual.

Uma das possibilidades seria o uso de editores de textos para Palm, mas a maioria dessas soluções são pagas e não precisaria de tanto para fazer meu trabalho.

A solução foi um aplicativo meio obscuro que descobri num site do Japão, o Crs-Memo.

Desenvolvido por Hiroshi Takahashi o Crs-Memo funciona como o Memo original e dispõe de alguns recursos adicionais, como o exportar notas (Exp).

Ao acionar esse comando, o programa pergunta o nome do arquivo de saída que será gravado no cartão SD. Feito isso, basta inserir o cartão no PC (via leitor USB) e procurar a informação desejada no diretório \PALM\Programs\Memo.

O programa é gratuito e funciona a partir da versão 3.5 do Palm OS (incluindo o 5.0). Obviamente, o handheld precisa ter um slot de cartão SD para armazenar e transferir os arquivos de texto.

Aqueles que não dominam o japonês podem clicar aqui para baixar o aplicativo.

19 abril, 2007 Posted by | Dicas, Palm | Deixe um comentário