mnagano.com

bits, bytes e bravata!

O i-Pod (da Hakuba)

hakuba_ipod.jpg

É um pássaro? É um avião? É um player de musica? Não… é um i-Pod! Trata-se de um tripé de mesa da Hakuba, uma marca de acessórios e bolsas para fotografia que, por algum tempo, foi distribuída pela T.Tanaka, representante oficial da Nikon do Brasil.

Ele fazia parte da linha Table-Pod, formado por tripés compactos para uso casual e, ao contrário de alguns brinquedos de plástico vemos nesse mercado, o i-Pod (da Hakuba) é um produto que até surpreende pela sua qualidade e padrão de construção.

Continue lendo

Anúncios

1 abril, 2008 Posted by | Fotografia, Fun Stuff, Gadgets, Review | Deixe um comentário

Review: HP Photosmart A447

hp_m637_intro.jpg

Pioneira no mercado de fotografia digital, a HP anunciou recentemente que não desenvolveria novas câmeras o que, na minha opinião, não é uma grande perda, já que equipamento fotográfico nunca foi o core business da empresa e sim um facilitador da sua estratégia de digital imaging.

Por causa disso não foi surpresa receber para teste no Zumo a HP Photosmart A447 — um kit formado pela mini-impressora HP Photosmart A440 mais a câmera HP Photosmart M637 de 7,2 MP (7 megapixels efetivos). Ao contrário de outras mini-impressoras da empresa, existe uma relação quase simbiótica entre a impressora e a câmera, ao ponto de alguns recursos da câmera serem aproveitados pela impressora e vice versa.

Continue lendo

11 março, 2008 Posted by | Fotografia, Hardware, HP, impressoras, Review | Deixe um comentário

Hands On: Olympus E-510

oly_intro.jpg

A Olympus enviou para testes a Olympus E-510 (também conhecida como Evolt E-510 nos EUA) e, nesses últimos dias, experimentei essa câmera e publico aqui algumas impressões.

oly_liveview.JPGVoltado para amadores avançados e entusiastas (ou semi-pros, como dizem no Brasil) a E-510 incorpora praticamente todos os recursos desejáveis numa câmera atual e moderna. Se comparado com suas antecessoras como a E-400 e E-500, a E-510 possui um corpo menor e mais delgado e o sensor CCD da Kodak foi trocado pelo Live MOS (um tipo de CMOS de 10 megapixels da Panasonic). Isso permitiu incorporar na E-510 o chamado Live View — recurso que permite enquadrar uma imagem pelo visor LCD.

Mas na minha opinião, o maior atrativo da E-510 é a adoção de um sistema de estabilização de imagem (IS) no corpo na câmera, onde o sensor Live MOS fica montado numa base oscilante que compensa — em tempo real — os movimentos involuntários do usuário durante longas exposições (abaixo de 1/50), o que pode levar à imagens borradas ou de menor nitidez. Some se a isso algumas bruxarias da casa, como seu filtro ultrasônico (que minimiza o acúmulo de poeira no sensor de imagem) e o Pixel Mapping (que mapeia e corrige os pixels mortos da foto) temos ai um produto que exige menos cuidados e procura garantir os melhores resultados nas situações mais complexas.

Continue lendo

22 fevereiro, 2008 Posted by | Fotografia, Review | 1 Comentário

FujiFilm se rende ao SD

fuji_sd.jpg

Estava hoje brincando com a nova câmera Finepix Z10fd da Fuji Film quando notei pela primeira vez, algo muito curioso nessa digital: um slot adicional para cartão de memória SD. Até ai nada de mais, se ela junto com a Olympus não fossem as inventoras — e até hoje únicas usuárias — do padrão xD Picture Card.

Antes do xD, tanto a Fuji quanto a Olympus trabalhavam com o SmartMedia (SM) — um dos primeiros cartões de memória Flash do mercado (1995) — cuja capacidade de armazenamento empacou nos 128 MB, numa época em que formatos concorrentes como o Compact Flash (CF) ou o Memory Stick (MS) já ultrapassavam os 256 MB.

Isso provocou vários transtornos (para não dizer ira) tanto da Fuji quanto da a Olympus, já que isso significava uma desvantagem tecnológica para seus produtos, e a Toshiba — inventora do SmartMedia — parecia não estar esquentando com isso, já que ela deixou de investir no SM em favor de um novo formato mais promissor — o Secure Digital (SD) — e esperava que as duas empresas migrassem para o novo cartão.

Por estranho que pareça, nenhuma delas comprou essa idéia e partiram para um novo formato concorrente. E foi assim que surgiu, em 2002, o xD Picture Card. Na época, um dos menores cartões do mercado e que, naquela época, já previa a demanda por cartões menores para atender à um novo mercado que poderia, no futuro, ser até maior que as câmeras fotograficas: os celulares multimídia e smartphones.

Passados quase cinco anos, o SD se consolidou como padrão dominante do mercado, introduziu variações ainda menores — como o Mini SD e Micro SD — para atender o mercado de celulares e até empresas como Canon e Nikon antes fiéis ao CF, aos poucos se renderam ao SD.

Nesse cenário, somente a Fuji e a Olympus se mantinham fiéis ao xD — principalmente na sua linha de compactos — isolando-se novamente no mercado, numa situação não muito mais confortável que na época do SmartMedia.

E agora, com a constatação de que a Fuji começa a abrir espaço para o SD, poderíamos dizer que o xD é um padrão condenado?

Difícil dizer que não, mas se eu fosse um porta-voz da empresa eu já teria a resposta bem na ponta da língua: “Não estamos matando o xD, e sim atendendo aos desejos do consumidor, que gostaria de trabalhar com outro formato além do xD“.

(Por que esse sorriso amarelo? Não dizem que o cliente tem sempre razão???) >;^)

5 fevereiro, 2008 Posted by | Fotografia, Opinião | Deixe um comentário

Sony Alpha entra na onda do Live View

sony_a300a.jpg

Depois que o recurso de estabilização de imagem virou lugar comum, a nova palavra mágica que irá convencer todo mundo a trocar sua reflex digital do ano passado por outra ainda mais nova parece ser o Live View, uma tecnologia que permite enquadrar o tema a ser fotografado diretamente no visor LCD — como nas digitais compactas — no lugar do tradicional visor óptico.

Esse recurso foi visto pela primeira vez nas Olympus E-10/E-20 (2000~2001) e reinventado no modelo Evolt E-330 (2006). Desde então, empresas como Nikon, Canon, Panasonic e até a Pentax introduziram algum sistema de Live View em alguma de suas câmeras reflex.

Agora, chegou a vez da Sony entrar nessa moda, incluindo esse recurso nas novas Alpha DSLR-A350 de 10,2 megapixels e Alpha DSLR-A300 de 14,2 megapixels (foto).


No geral, para obter o efeito de Live View, as reflex digitais precisam fazer um verdadeiro contorcionismo tecnológico, já que pra pré-visualizar a cena é necessário manter levantado o espelho (que desvia a imagem para o visor prismático) e a cortina o disparador aberta de modo que a câmera passe a funcionar como uma webcam. Assim, o usuário vê no LCD um enquadramento exato da imagem, assim como o foco e o efeito da profundidade de campo.

Dependendo da maneira como esse recurso é implementado, ele pode apresentar alguns inconvenientes, como o bloqueio do visor pelo espelho (que fica levantado), a perda do auto-foco e a demora para bater uma foto, já que, nesse caso, é necessário que a cortina primeiro desça para depois abrir e fechar de novo e assim obter a exposição correta. Algo que leva tempo e que pode complicar certos tipos de foto, como as de esportes.

sony_alpha_lcd.jpgNo caso das novas Alpha, a Sony aparentemente adotou uma solução muito parecida com a usada na Olympus E-330: instalou um segundo sensor de imagem no visor prismático que captura a mesma cena que aparece no visor óptico. Isso permite que a câmera funcione mais ou menos como sempre, ou seja, com os sensores de foco e fotometragem na posição e ativos e a cortina do obturador pronta para disparar a qualquer momento.

Para tirar melhor proveito desse recurso, a tela LCD das novas Alpha também são articuladas, permitindo enquadrar temas em ângulos novos, como debaixo para cima ou de cima para baixo. Um recurso por sinal também presente na Olympus E-330 (veja comparação ao lado).

Só o corpo da nova DSLR-A350 deve sair por US$ 800 e com uma lente zoom DT 18-70mm/f3.5-5.6 (3,9x) por US$ 900. A previsão é que ela chegue ao mercado norte-americano em março. No mês seguinte é a vez do kit da DSLR-A300 (com a mesma lente) por aproximadamente US$ 800.

Posts relacionados

31 janeiro, 2008 Posted by | Fotografia, Notícia, Sony | Deixe um comentário

Fuji lança camera (não digital)

fuji_klasse.jpgEnquanto os grandes fabricantes de câmeras decretam o fim do filme químico, a Fujifilm navega contra essa corrente com o anúncio de um novo modelo analógico.

Sim! Ele usa aquele filme de tubinho de 24 ou 36 poses que você mandava revelar no minilab, lembra-se? ;^)

Batizado de Klasse W Black, a nova câmera da Fuji é provavelmente voltada para fotógrafos saudosistas. Ela é dona de um visual retrô com acabamento em preto, uma cor no passado muito apreciada entre os profissionais, por ser mais discreta e chamar menos a atenção no meio da multidão que uma reluzente câmera prateada.

A Klasse vem com uma lente grande angular Super-EBC Fujinon de 28 mm / f 2.3 (ideal para fotos de paisagens e de grupos) e fora os recursos de foco, exposição e avanço automático, ela permite alguns ajustes criativos, como exposição com prioridade de abertura (Av) e ajuste de +/- 2 pontos de exposição. Como era de se esperar, o filme usado é o bom e velho 135, cujo modelo de embalagem descartável (usado até hoje), foi criado em 1939 pela Kodak para suas câmeras Retina.

Continue lendo

22 novembro, 2007 Posted by | Fotografia, Gadgets, Opinião | Deixe um comentário

Cartão de memória Wi-Fi

eyefi_card.jpgSe você possui uma câmera digital que armazena fotos em cartões SD, é possível ensinar-lhe um novo truque — transferir suas imagens para seu computador ou mesmo para a Web via Wi-Fi.

Essa é a proposta do Eye-Fi, uma solução formada por um cartão SD de 2 GB, adaptador USB e software gerenciador desenvolvido pela própria empresa, compatível Windows XP, Vista e Mac OS X (10.3 e 10.4).

A grande sacada desse produto é a interface wireless integrada no cartão de memória, capaz de se conectar numa rede local 802.11b/g e transferir automaticamente suas imagens para um computador previamente determinado e, de lá, para um serviço de compartilhamento e/ou impressão de fotos, blog e até mesmo rede social.

Continue lendo

21 novembro, 2007 Posted by | Fotografia, Gadgets | Deixe um comentário

Olympus lança nova reflex profissional

olympus_e3_front_big.jpgPassados mais de quatro anos, a Olympus finalmente anunciou a chegada da Olympus E-3, sua nova reflex digital de 10 megapixels que substitui a E-1 como topo de linha da empresa.

Anunciada no último dia 16, a E-3 herdou várias características interessantes da E-1, como seu corpo em magnésio fundido, totalmente selado para suportar umidade, pó e até mesmo respingos d’água (splash proof), mecanismo disparador com autonomia estimada em 150 mil exposições, além de total compatibilidade com as lentes padrão “Four Thirds” adotado pela Olympus, Panasonic/Leica e Sigma.

Mas, ao contrário do desenho tipo “L”, introduzido pela Olympus na década de 1990 com o IS-1 DLX (que inspirou os modelos E-10, E-20 e E-1), a E-3 adota um estilo mais convencional tipo “T”, mais parecido com seus concorrentes.

Assim, minha impressão é de que os projetistas da Olympus optaram por não criar um desenho superinovador — como o E-330 — em favor de um produto de aparência mais convencional, porém recheado de recursos que têm sido testados com sucesso em modelos anteriores.

Continue lendo

23 outubro, 2007 Posted by | Fotografia, Notícia, Opinião | Deixe um comentário

DSLR topo de linha da Sony?

sony_flagship_model_a.jpgFuçando as fotos de divulgação da nova Alpha 700 no site da Sony, encontrei entre elas uma imagem que a empresa descreve como “Flagship Model”.

Seria este um protótipo do tal modelo Alpha “topo de linha” que eles estão desenvolvendo?

O que me chamou a atenção é o fato de esse modelo não ter flash embutido no seu topo, ou mais exatamente sobre o seu pentaprisma (nesse caso, a saliência na forma de pirâmide) recurso comum entre os modelos amadores, porém nunca usado nas profissionais.

Isso porque a ausência desse recurso permite a construção de corpos estruturalmente mais rígidos e resistentes, com melhor vedação e isolamento contra as intempéries do tempo — características muito apreciadas entre os fotógrafos esportivos e jornalistas.

Continue lendo

9 setembro, 2007 Posted by | Fotografia, Notícia, Sony | Deixe um comentário

Sony prepara nova reflex digital

dslra700_flash_a.jpgA Sony irá colocar no mercado até o final desse ano, mais uma câmera reflex digital da linha Alpha.

Batizada de DSLR-A700 — ou simplesmente Alpha 700 — o lançamento se posicionará como um modelo acima do atual modelo Alpha 100. Também foi dito que a Sony já trabalha com um modelo mais topo de linha, provavelmente para o mercado profissional.

Com isso, a Alpha 100 se tornará o modelo de entrada da linha reflex da Sony, que deve competir com modelos como a Canon Digital Rebel XTi, Olympus E-510 ou a Nikon D40.

Continue lendo

9 setembro, 2007 Posted by | Fotografia, Notícia, Sony | 2 Comentários