mnagano.com

bits, bytes e bravata!

Lost in Translation

lost_in_translation.jpg

Quando escrevia sobre o post do Japan Media Arts Festival, me chamou a atenção o trabalho “The moon princess being smelled by
~ Japanese old tales remix ~
” onde os autores partiram de uma abordagem no mínimo curiosa: pegar uma história tradicional e traduzí-la do original em japonês para o inglês, pegar o resultado e retraduzí-lo novamente para o original. O resultado foi um conto meio parecido, mas não o mesmo.

Com essa idéia maluca na cabeça, eu procurei alguma história curta na Web que pudesse passar pelo mesmo processo. Escolhi a fábula A Raposa e as Uvas de Esopo que achei neste site e passei o mesmo no Babelfish translator do portal Altavista:

Continue lendo

Anúncios

8 fevereiro, 2008 Posted by | Fun Stuff, Genshiken, Internet, Novas idéias | Deixe um comentário

10 razões explicam por que seu site é ruim

Andrew Thomas do Inquirer deu a dica de um curioso artigo publicado no site e-consultancy com o sugestivo título 10 reasons why your website sucks.

A nota procura alertar os webmasters sobre a necessidade de uma boa experiência de navegação em seus sites, citando bons e maus exemplos na própria Web e que podem ser conferidos com apenas um clique de mouse.

São eles:

1. Navegação ruim.

2. Muitos botões de ‘Bookmark My Site’.

3. Introduções no site e “intervalos comerciais” entre as páginas.

4. Uso excessivo de Flash.

5. Anúncios do tipo overlay (Pop-ups).

6. Desativar alguns botões de navegação.

7. Esconder informações de contatos.

8. Áudio e vídeo automático.

9. Sites lentos para baixar.

10. Layout ruim.

Veja a explicação, na íntegra, para cada um desses itens (com bons exemplos) aqui.

(rev.ok)

5 outubro, 2007 Posted by | Dicas, Faça você mesmo, Internet | Deixe um comentário

Carta de alforria da Telefônica – Versão 1.1

Novo comunicado da da Telefônica, com data de 28/09/2007 às 20:29. Parece ser uma nova versão com informações complementares, o que inclui o valor a ser cobrado pelo serviço “em prazo a ser definido”.

comunicado_speedy_11.jpg

28 setembro, 2007 Posted by | Dicas, Internet, Notícia | Deixe um comentário

Carta de alforria da Telefônica?

Acabei de receber um email da Telefônica — ou mais exatamete do comunicado@speedynews.com.br — com data de 26/09/2007 às 22:26, com a seguinte mensagem:

comunicado_speedy_1.jpg

Seria algo ligado à isso?

26 setembro, 2007 Posted by | Dicas, Internet, Notícia | Deixe um comentário

Um jogo realmente mercenário

kwari_logo.jpgA empresa Kwari, anunciou ontem (30/08) seu serviço de jogo on-line, no qual a habilidade do jogador é recompensada com dinheiro!

O jogo, que tem o mesmo nome da empresa, é um FPS (jogo de tiro em primeira pessoa) onde todas as regras estão relacionadas com o vil metal, ou seja, se você atira e acerta um oponente, você ganha dinheiro, se você é atingido, perde dinheiro e assim por diante.

Tirar proveito de certos recursos do mapa, assim como o uso de remédios (health packs) e adquirir novas armas também tem seu custo e a conquista de prêmios, coleta de objetos e cumprimento de missões dão direito a mais alguns trocados no cofrinho.

O curioso é que o jogo é gratuito para download e o usuário não paga mensalidade. Ao invés disso, o usuário cria uma conta e a Kwari vende (literalmente falando) “munição”, que pode ser usada em qualquer tipo de arma.

A adição do dinheiro no contexto do jogo pode mexer com a cabeça do jogador, provocando novas sensações, como cobiça, ganância ou coisa pior.

Tanto que alguns já descrevem o Kwari como a primeira “rede anti-social” da Web. ;^)

Mais detalhes no site do jogo.

(rev.ok)

31 agosto, 2007 Posted by | Internet, Novas idéias | Deixe um comentário

Uma rede para os ricos e famosos

Com tanta gente nas redes sociais, como MySpace, Orkut e Second Life, a criação de um ambiente virtual de acesso mais restrito — para os chamados ricos e famosos — era apenas uma questão de tempo.

Meu colega, consultor pessoal de ética jornalística e editor-executivo do IDGNow! Ralphe Manzoni, falou em seu blog sobre a existência do aSW (a Small World), uma rede social de apenas 260 mil membros (contra 100 milhões do MySpace), sendo que 2 mil deles vivem no Brasil.

Nessa rede convivem pessoas como diretor de Quentin Tarantino, a socialite e ex-prisioneira Paris Hilton e o melhor jogador de golfe do mundo Tiger Woods. Sobrenomes famosos, como Firestone, Rockefeller, Forbes, Trump também podem ser encontrados na rede social, diz uma reportagem da BusinessWeek.

Como esqueceram de você? Quer saber como fazer parte desse mundinho? Clique aqui.

(rev.ok)

22 agosto, 2007 Posted by | Fun Stuff, Internet, Novas idéias | Deixe um comentário

Alguns números de comportamento na Web

Intel Editor’s Day — A Intel revelou alguns dados de sua pesquisa mundial de comportamento da Web, realizada em conjunto com a Universal McCann.

A pesquisa foi realizada com 10 mil usuários de vários países do mundo :

– O Brasil está no quinto lugar no hanking de leitores de blogs, 10% acima da média mundial.
– Dos 170 milhões de blogueiros, o Brasil é o terceiro do mundo com 5,9 milhões de escribas.
– Brasil é o quarto do mundo no upload de fotos, 23% acima da média mundial.
– Brasil é o terceiro país que mais assiste a vídeos na Internet.
– Brasil é o terceiro país que mais baixa podcasts.
– Brasil é o país com o maior percentual de participação em “Social Networks” (comunidades).
– Brasil é o segundo maior usuário de Internet Messaging. O primeiro é o México.

(rev.0k)

4 agosto, 2007 Posted by | Internet, Notícia | 1 Comentário

China inicia combate aos web-junkies

Segundo nota publicada no ChinaTechNews.com, a China colocará em prática nesta semana, uma nova legislação para combater o vício dos jogos em rede entre os jovens chineses.

Tanto os cybercafés quanto os jogos deverão adotar mecanismos que limitem o tempo de uso de cada cliente. Caso contrário, as lojas serão fechadas e os programas banidos.

Para o governo chinês, até duas horas de videogame por dia é considerado “saudável” para os adolescentes. Além disso, os jogadores passam para um “nível de cansaço” onde o desempenho cai, sendo que mais que cinco horas já é considerado um mal para a saúde.

A idéia por trás dessa lei, é forçar os jogadores a pararem para um descanso ou mesmo irem estudar.

Para aqueles considerados viciados em jogos, o governo preparou uma solução no melhor estilo sino-comunista.

By the way, se você acha que esse negócio de web-junkie é frescura de asiático, leia as notas abaixo:

Babies starved while parents gamed

Videogame é doença?

17 julho, 2007 Posted by | Genshiken, Internet, Notícia | Deixe um comentário

Portal de conteúdo on-line chega ao mercado

Quando fizemos a análise do Chimera Media Center, uma das coisas que sentimos falta foi a oferta de conteúdo on-line voltado para ele, como a consulta de informações em tempo real como consultar a previsão do tempo ou fazer download de jogos, vídeos ou mesmo músicas, seja na forma de um serviço gratuito ou mesmo pago.

Na época, dissemos que a Microsoft estava para anunciar algo ligado a esse assunto — e o dia foi hoje com o anúncio do serviço EONDE, o primeiro portal de distribuição de conteúdo on-line do País.

Este empreendimento conta com o apoio de empresas de peso, como a Microsoft, a Intel e a Megaware que, de certo modo, contribuíram para a viabilidade desse projeto.

Enquanto a Intel e a Megaware desenvolveram a plataforma de hardware — como o novo X-Cube Media Center da Megaware —, a contribuição da Microsoft ficou por conta da disponibilização do Windows Vista Home Premium e do Ultimate que já vem com a aplicação de Media Center — pela primeira vez no idioma português — permitindo que qualquer computador possa se transformar numa central de entretenimento para TV.

portal_eonde.jpgO portal EONDE ainda é uma aplicação relativamente pequena, que trabalha com uma interface visual semelhante à do Media Center e que, por enquanto, irá oferecer apenas o download de filmes, músicas, seriados de TV, games e até material adulto.

Hoje, a empresa conta com uma biblioteca de 20 títulos — todos licenciados da Warner Bros, — sendo que mais duzentos, estão na fila para homologação.

Segundo Karl Loriega, diretor geral do EONDE, a idéia é de negociar com o maior número de distribuidoras — inclusive as pequenas. Isso pode viabilizar o acesso de conetúdo mais alternativo e/ou obscuro, que podem não ser viáveis pelo atual modelo de aluguel/venda baseado em mídia óptica.

A princípio, o preço de um título baixado pela rede não será muito diferente daquele pago em um DVD na loja, o que pode parecer um contra-senso, já que o custo de distribuição seria menor. Mas Loriega explica que as pessoas tecnicamente pagam pelo conteúdo e não pela mídia onde ele seria gravado.

Fora isso, o EONDE pretende alinhar seus preços de acordo com a oferta do mercado, de modo que, no futuro, a empresa possa até, por exemplo, participar de uma campanha de vendas na Web, oferecendo os mesmos descontos de uma loja de DVDs online como o Submarino.com.

Todo o material adquirido e baixado do EONDE fica disponível no HD do computador do usuário e protegido pelo sistema de DRM da Microsoft.

O interessante é que o serviço EONDE irá manter um histórico das transações feitas pelos usuários. Dessa forma, este último poderia, por exemplo, baixar novamente todo o conteúdo previamente adquirido, caso os dados do seu computador se percam por causa de uma pane no sistema.

Site comunitário

Outra estratégia citada pela empresa é criar uma espécie de “plano de fidelidade” entre os usuários que consumam muito, ou que contribuam de algum modo com o portal.

Até o final deste ano, o EONDE pretende disponibilizar ferramentas de interação e relacionamento entre os usuários. Assim, os integrantes do grupo podem opinar sobre os lançamentos, escrever resenhas e fornecer outros tipos de feedback que podem orientar o portal nas suas novas aquisições e em outros serviços.

Desse modo, um usuário mais pró-ativo, que contribui regularmente com críticas e resenhas, pode até ganhar alguns créditos para baixar mais conteúdo “di gratis”!

A princípio, a maneira mais simples de baixar conteúdo, é por meio de um download direto dos servidores da empresa pela Web. Entretanto, existe a perspectiva de que os usuários do EONDE distribuam seu conteúdo para outros membros da comunidade por meio de ferramentas peer-to-peer a la Bittorrent. E aqueles que toparem participar desse serviço também receberão alguns créditos pela ajuda.

Segundo representantes da empresa, para tirar pleno proveito desse serviço, é aconselhável que o usuário tenha uma conexão de alta velocidade de, no mínimo 512 Kbps, sendo o ideal uma conexão de 2 Mbps ou mais.

Loriega afirma que, com essa largura de banda, é possível baixar um filme em torno de 2 horas, com a opção de assistir a parte do conteúdo mesmo antes do final do download. Outra opção é usar um gerenciador para baixar grupos de arquivos durante a noite, por exemplo.

Os preços de cada download seguem mais ou menos o mercado, ou seja, de R$ 39,90 a R$ 49,90 para lançamentos, filmes de catálogo saem por R$ 14,90 até R$ 24,90 e os episódios de TV ficarão na faixa de R$ 5,90.

Outra modalidade que o EONDE deve disponibilizar, no futuro, é o aluguel de filmes. Nesse caso, o conteúdo baixado funciona por até sete dias a contar da primeira execução do arquivo. Os preços de aluguel deverão ficar na faixa de R$ 5,00 a R$ 7,00.

Para mais informações, visite o site www.eonde.com

27 junho, 2007 Posted by | Downloads, Intel, Internet, Microsoft, Notícia, Novas idéias | 1 Comentário

Sobre raposas de fogo e porcos que soltam gases

foxkeh.jpgMeu colega Guilherme Felitti publicou em seu blog Chá Quente uma nota de atualização sobre o mascote do Firefox — o Foxkeh —, que agora tem até um blog para ajudar a ampliar a base de usuários desse browser.

Criado pela fundação Mozilla no Japão, Foxkeh é um bom exemplo da fantástica capacidade dos cartunistas japoneses em criar personagens adoráveis e fofinhos, mas que, às vezes, podem não ser bem compreendidos pela cultura ocidental.

No Brasil, muitos não vão ficar indiferentes ao fato do Foxkeh ter, literalmente… well… fogo no rabo, no melhor estilo “labareda” do Casseta & Planeta.

Eu me lembro de um caso semelhante em 2002, quando pesquisava sobre os processadores Hammer (AMD64) na Web e topei com um evento da AMD no Japão — o AMD Developer Conference 2002 Summer — cujo cartaz era esse:

amd_pig.jpg

Passei muito tempo tentando decifrar qual era a graça por trás dessa imagem, já que a mais óbvia para um ocidental leigo e ignorante como eu — um porco soltando gases? — só faria sentido para o concorrente de Santa Clara.

Só fui esclarecer esse mistério anos depois, quando vi pela primeira vez um Katori Buta (uma boa descrição e imagens podem ser vistas nesse blog no post de 14 de agosto), um tradicional utensílio de cerâmica, na forma de porco, usado para queimar o Katori Senko — um tipo de espiral de incenso usado para espantar mosquitos à noite e comum até no Brasil antes dos repelentes elétricos.

Como no Japão a imagem desse objeto está muito associada ao verão, isso explicaria o seu uso no evento da AMD.

Ainda em tempo:

ostangirls.jpgA nota de Felitti também cita uma divertida matéria da Wired — Lamest Technology Mascots Ever que vale a pena ser clicada. Entre os meus favoritos estão o furão (ferret) da BSA que muitos desconfiam ser uma doninha (Weasel, animal pouco confiável segundo a cultura americana) enrustida e os OS-tan um conceito que virou fenômeno na Web onde vários programas (originalmente sistemas operacionais da Microsoft) são personificados como personagens de anime.

(rev.ok)

7 maio, 2007 Posted by | AMD, Internet, Papo cabeça | Deixe um comentário